COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

 

Músicas, dinâmicas e debates abordaram tema decidido no último Encontro Nacional de Formação

(Por Mário Manzi / CPT Nacional)

A Secretaria Nacional da Comissão Pastoral da Terra realizou, na sexta última (22), o Dia Nacional de Formação 2018. Sob o tema “O Bem Viver a Partir dos Nossos Saberes - ‘Saberes Sabidos’” foram discutidas questões relacionadas a princípios do “Bem Viver” decididas anteriormente, de maneira coletiva, no Encontro Nacional de Formação 2017. À época foram traçados cinco princípios, “Saber recriar a organização do povo”; “Saber recriar a relação com a terra”; “Saber respeitar os valores ancestrais”; “Saber sentir e cuidar”; “Saber recriar a educação”.

Coordenador da CPT, Paulo César iniciou a reunião do Encontro traçando um memorial histórico que remonta o ambiente de criação da CPT, contemporâneo à Ditadura Militar."Se o tempo de hoje está difícil, não é difícil compreender o porquê que a CPT nasceu. A CPT nasce em um contexto de muita perseguição aos povos do campo. Diante desse contexto, algumas pessoas, sensíveis a essa realidade de muitos assassinatos, escolheram se reunir e pensar formas de ser presença junto às comunidades camponesas."

Dinâmicas e falas preencheram o espaço da sala de reuniões da Secretaria Nacional. Músicas foram ouvidas e entoadas. Na seleção, “Coração Civil”, de autoria de Milton Nascimento, e “Disparada”, escrita por Geraldo Vandré e Théo de Barros. Entre as citações, Mia Couto foi mencionado no verso “afinal tudo são luzes / e a gente se acende é nos outros”.

O Dia Nacional de Formação é realizado anualmente, próximo da data de comemoração de criação da CPT (22 de junho de 1975) e tem, a cada edição, um tema específico que orienta os debates. O tema do próximo ano será decidido no Encontro Nacional de Formação, que será realizado entre os dias 17 e 20 do mês de outubro deste 2018.

Gostou dessa informação?

Quer contribuir para que o trabalho da CPT e a luta dos povos do campo, das águas e das florestas continue? 

Clique aqui e veja como contribuir