COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

 

Foram confirmadas as mortes de dois posseiros, mas número pode chegar a seis. Há também a informação preliminar de um desaparecido

Policiais militares e posseiros entraram em confronto na noite desta quarta-feira (25), na região da Linha 29 C, em Nova Mamoré, município localizado na região do Madeira-Guaporé, a 290 quilômetros da capital, Porto Velho.

Conforme noticiou a imprensa local, ao menos dois posseiros morreram no confronto, contudo há relatos de que o número possa subir a seis. O sargento da Polícia Militar identificado como João Batista, também foi morto durante troca de tiros. A Polícia Militar confirmou a um site de notícias da região que o sargento foi o único policial baleado no confronto.

A região onde ocorreu o massacre seria pertencente à União e reivindicada por um grileiro. O confronto ocorreu após um suposto incêndio na área e não decorreria de reintegração de posse. Questiona-se a presença da Polícia Militar em vez de grupamentos da Polícia Ambiental.

Gostou dessa informação?

Quer contribuir para que o trabalho da CPT e a luta dos povos do campo, das águas e das florestas continue? 

Clique aqui e veja como contribuir