COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

 

Nos dias 28 e 29 de junho, aconteceu no Centro Diocesano de Almenara (MG), o segundo Encontro de Mulheres Agentes da Comissão Pastoral da Terra com a participação de Agentes da CPT Minas Gerais e Rio de Janeiro.

(CPT Minas Gerais)

“Mulheres são como água, crescem quando se encontram”.

Neste segundo encontro foi abordado o contexto das lutas das mulheres a partir das Relações Sociais de gênero e feminismo. Também dialogamos sobre a conjuntura atual e os direitos conquistados a partir das lutas das mulheres e dos desafios frente ao ceifamento das políticas públicas voltadas para o combate à violência das mulheres, no atual desgoverno Bolsonaro.

Foi discutida a violência contra as mulheres, a partir de vídeos com depoimentos de mulheres camponesas que vivenciaram todos os ciclos de violência. A atividade contou com a assessoria da Dra. Gabriela – Promotora de Justiça de Minas Gerais, que abordou a questão dos ciclos de violência e quais instrumentos existentes para formalizar e como denunciar a violência contra as mulheres.

No encontro, ainda foi discutido sobre o que é autocuidado, como e qual importância tem em nossa vida pessoal e no trabalho de agentes da CPT. Também foram realizadas práticas de autocuidado com a utilização argila, do pêndulo e outros meios.

O encontro foi avaliado como um rico momento, urgente e necessário, que capacita e dá suporte às agentes da CPT, bem como condições e permite manter o compromisso de continuar o coletivo de mulheres agentes da CPT e de continuar o trabalho com as mulheres camponesas que a CPT acompanha.

 

Gostou dessa informação?

Quer contribuir para que o trabalho da CPT e a luta dos povos do campo, das águas e das florestas continue? 

Clique aqui e veja como contribuir