COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

 

Será realizada, entre os dias 17 de outubro e 20 de novembro, a campanha "Sangue Indígena: Nenhuma Gota Mais", protagonizada por lideranças indígenas brasileiras, que percorrerão 12  países da Europa para denunciar as graves violações perpetradas contra os povos indígenas e o meio ambiente no Brasil, que vem ocorrendo sistematicamente desde a posse do presidente Jair Bolsonaro, em janeiro deste ano. 

 

Texto / Imagem e Vídeo: Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB)

Entre os países previstos na rota estão Itália,Vaticano, Alemanha, Suécia, Noruega, Bélgica, Holanda, França, Reino Unido, Suíça, Portugal e Espanha. 

Realizada pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB), em parceria com organizações da sociedade civil, a jornada visa promover medidas que pressionem o governo brasileiro a cumprir os acordos de preservação do meio ambiente e respeito aos direitos dos povos indígenas, dos quais o Brasil é signatário, a exemplo, o Acordo de Paris, a Convenção 169 - que garante Consulta Livre, Prévia e Informada - e a Declaração da Organização das Nações Unidades (ONU) sobre direitos os indígenas. 

Para realizar a agenda, as lideranças visitarão autoridades e lideranças políticas, religiosas, deputados do Parlamento Europeu, órgãos de cooperação internacional, empresários, tribunais internacionais, universidades, ativistas, ambientalistas, artistas e influencers em todos os países.

A comitiva será composta por Sonia Guajajara, Alberto Terena, Angela Kaxuyana, Célia Xakriabá, Dinaman Tuxá, Elizeu Guarani Kaiowá e Kretã Kaingang.

Confira mais informações sobre a Jornada "Sangue Indígena: Nenhuma Gota Mais" no site nenhumagotamais.org 

E siga a cobertura com a tag #NenhumaGotaMais

 

 

Gostou dessa informação?

Quer contribuir para que o trabalho da CPT e a luta dos povos do campo, das águas e das florestas continue? 

Clique aqui e veja como contribuir