COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

Um índio da etnia Kaxarari foi assassinado com vários disparos de arma de fogo na região da Ponta do Abunã em Rondônia.

 

(Fonte: Rondônia Ao Vivo / Foto: Martinho).

A vitima, Manoel Quintino da Silva kaxarari (40), foi morta na Vila Marmelo, localizada na BR 364, entre Extrema de Rondônia e Vista Alegre do Abunã.

Por volta de 19h de segunda-feira (26), dois homens encapuzados desceram de uma motocicleta e chamaram por Manoel que, ao atender, foi alvejado com tiro no rosto. O índio ainda correu em direção ao quarto, mas foi alcançado e recebeu vários disparos pelas costas. Uma criança também foi atingida de raspão pelos pistoleiros.

LEIA MAIS: Povos indígenas debatem resistência e territorialidade na II Tenda Multiétnica

Ato denúncia: “É como se alguém tivesse licença para nos caçar e nos matar”

Povo Gamela sofre ataque premeditado de fazendeiros contra suas vidas e lutas

Documentário “Seu churrasco tem soja?” é lançado e disponibilizado para o público

O indígena era uma das antigas lideranças da aldeia Pedreira e atualmente estava agregado na aldeia Buriti. A extração ilegal de madeiras da Terra Indígena Kaxarari por uma máfia de madeireiros pode ser o motivador do crime. O corpo foi enviado para Porto Velho.

Gostou dessa informação?

Quer contribuir para que o trabalho da CPT e a luta dos povos do campo, das águas e das florestas continue? 

Clique aqui e veja como contribuir